Agenda – Shalo

março 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
 

AGENDA DA SINAGOGA

 

 

  • Minian Diário

2a feira a 6a feira 7:30h
Domingo 9:00h

  • Kabalat Shabat

Sexta-feira 19:15h

  • Shacharit Shabat

Sábado 9:45h

  • Estudo da Parasha

Sábado 9:00h

 

 

Nós estamos muito felizes por você ter se juntado a nós. Se você é um recém-chegado na sinagoga e em um serviço religioso judaico, nós lhe oferecemos uma pequena ajuda e orientação.
Antes de mais nada, por favor sinta que você está entre amigos. Não hesite em se entrosar ou fazer perguntas a qualquer pessoas sobre qualquer questão ou acontecimento.

Você pode se sentar ou ocupar qualquer lugar em que se sinta confortável.

Se você costuma freqüentar uma sinagoga regularmente, você eventualmente aprendeu todas as diferenças e costumes e como participar ativamente. Mas mesmo não sabendo tudo, você pode participar e se elevar espiritualmente.

Qual a essência do serviço – o sentido das preces, das canções da Tefilá?
A tradição judaica ensina que o caminho é desenvolver o amor a Deus, o amor às pessoas e o amor a você mesmo.Nós podemos também nos conscientizar do amor de Deus para conosco. As rezas judaicas são uma forma de reflexão.

Quando você está realmente disposto a refletir durante o serviço religioso e entrar em contato com seu Neshama (sua alma), você pode verdadeiramente abrir-se para as outras pessoas e para Deus.
Os ensinamentos místicos antes das preces são bons e completos e revelam a intenção de cumprir os mandamentos   “Você deve amar seu próximo como a ti mesmo”.

Isto é importante para nós, que amigavelmente convivemos juntos na sinagoga. Então relaxe e sinta-se em casa. Esta é a casa de Deus, portanto é também sua casa.A tarefa principal nas preces é se aproximar de Deus.
Não se preocupe se faltar algum passo ou detalhes do serviços da sinagoga. O foco essencial tem que ser sua disposição para refletir, disposição que aproxima você de você mesmo e de Deus. Somente assim você poderá encontrá-Lo.

Como se faz uma reflexão com as rezas judaicas?

Primeiro você precisa desligar sua mente de qualquer preocupação que se refira aos afazeres externos e concentrar-se somente no que você está fazendo agora, enquanto se entrega exclusivamente à sua alma.
Então, faça as preces, as músicas, a leitura da Tora e outras atividades, alimente mais e mais a realidade espiritual sobre Deus até quando Deus quiser … você terá uma rica experiência.
Inicialmente, se você se sentir reflexivo e calmo, provavelmente você vai sentir você mesmo e sentir a presença de Deus.
Se você quiser fazer esta experiência fora da sinagoga, use essa hora para refletir. Você pode meditar recitando as preces, ouvindo, cantando ou pensando profundamente.
Esteja confortável e relaxado, mas evite conversa excessiva dentro do lugar sagrado.Concentre-se nas preces e na sua disposição para refletir.

Evite se dispersar. Como em qualquer forma de meditação, você deve ter o máximo controle para estar com a mente focada.

Uma maneira fácil de manter o foco é ficar com os olhos fixos nas páginas de seu sidur. Aprecie uma atividade religiosa ou um acontecimento à sua volta.

Feche seus olhos ocasionalmente e imagine você na presença de Deus, Ele em seu redor ou imagine que Ele esteja em sua frente olhando para você e você olhando para Ele.
Reflita profundamente no significado de sua vida. Pense sobre o amor de Deus, das pessoas e sobre o seu próprio amor. Leia as preces sussurrando-as, movendo seus lábios (como nas tradicionais rezas judaicas).

Tente falar as preces com sentimento, entendendo o que ela significa. Reflita sobre as preces e tente entendê-las. Não se surpreenda se algumas idéias expressem o contrário do seu ponto de vista. Parte do seu trabalho nas preces judaicas é torná-las familiar à sua tradicional forma de pensar. Se você encontrar alguma prece que o perturbe, não a interrompa. Focalize as partes que falam para você.

Tente manter-se próximo à congregação mas não se preocupe se você estiver atrasado. Não tenha pressa ou perca sua disposição para meditar. Se você pular uma prece aqui ou lá, tudo bem. Se você perder o parágrafo ou página no seu sidur, pergunte à pessoa próxima de você. Ele ou ela vão ficar felizes em poder ajudá-lo.

Se você não lê em hebraico, leia em português no sidur. Se você está lendo em hebraico mas não está entendendo, você pode de vez em quando ler em português para saber sobre o que está se falando. Quando você reza as preces em hebraico sem entendê-las, considere as palavras como se fossem um idioma sagrado, do mesmo modo como são carregados para seu interior os pensamentos e desejos espirituais mais profundos para Deus. As palavras hebraicas são as preces judaicas, mas o foco de sua mente deve estar em Deus.

As rezas cantadas pela congregação carregam a mensagem espiritual. A melodia é mais importante que as palavras.
Una-se à canção e deixe a música elevar sua alma para o céu. Se você se sentir confortável esta será uma boa prática. Você irá perceber durante o serviço que muitas vezes você mesmo precisa das preces ou sabe que um amigo ou seu amor precisa.

As preces pessoais podem ser expressas mentalmente. Mas você pode também falar coisas como: “Deus, eu quero aprender sobre Você e como posso juntar-me a Você, ou talvez, se você tem dificuldades com a fé, diga: “Deus, as pessoas dizem que Você existe, mas eu nunca O encontrei. Por favor mostre-se para mim.
Tente estabelecer um desejo contínuo à reflexão e vá até o final do serviço.Se você evitar interrupções, distrações e dispersões, você estará construindo um poder espiritual, encontrando disposição para a reflexão e, com Deus te ajudando, alguma coisa vai acontecer.

Você terá uma experiência espiritual, ou pelo menos terá garantido o mínimo de alegria ao seu mais profundo conhecimento.

Mais uma vez Baruch haba, Bruchá habaá : Seja Bem-vindo, Seja Bem-vindo à nossa sinagoga. Nós estamos muito felizes por você ter você conosco.