Agenda – Shalo

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
 
fonte: wikihow.com

Chanuka: Jogando Sevivon ou Dreidel

Dreidel é um jogo tradicional de azar e um dos símbolos mais conhecidos do Chanucá. O dreidel é um pião de quatro lados com uma letra do alfabeto hebraico de cada lado, e remonta no mínimo a quando o rei grego Antíoco IV (175 a.c.) baniu o judaísmo.

Os judeus que se juntavam para estudar a Torá jogavam dreidel para fazer os soldados pensarem que eles só estavam apostando. Hoje em dia se joga com o objetivo de ganhar o maior número possível de “gelt”(moedas de chocolate embrulhadas em papel laminado dourado). Com um dreidel e algumas fichas, você pode participar dessa tradição de fim de ano também. Vamos te mostrar como a seguir:

1-Consiga um dreidel. O tipo de dreidel que você conseguir vai depender de onde você vive. Fora de Israel, as quatro letras no dreidel são Nun, Gimmel, Hay, Shin, o que quer dizer “Um grande
milagre aconteceu lá”, referindo-se ao milagre do óleo. Em Israel, as letras são Nun, Gimmel, Hay, Pey, que significa “Um grande milagre aconteceu aqui”, já que o milagre aconteceu lá.

2-Junte seus amigos. Você pode jogar em dois, mas quanto mais, melhor. Distribua as fichas igualmente para todos os jogadores. Qualquer objeto pequeno pode ser uma ficha: moedas, nozes, fósforos, etc.Muitas pessoas usam gelt.

3-Faça sua aposta. Antes de cada giro do pião, os jogadores colocam uma ficha no meio da mesa para criar o ‘’monte’’. Cada vez que o monte está vazio ou com apenas uma ficha, cada jogador deve colocar uma ficha nele.

DICAS
Se não há mais fichas no monte, cada jogador coloca uma. Se você não tiver mais fichas, você está fora ou pode pedir um empréstimo a outro jogador. Uma variação divertida é usar chocolate ao invés de fichas, e aí você pode comer o que ganhou quando o jogo acabar.

Se você não tiver um dreidel, baixe o modelo e faça você mesmo. Muitos sites fornecem modelos de graça que você pode imprimir e usar para fazer seu próprio dreidel. Além disso, muitas pessoas não deixam o jogador que consegue um Nun fazer um empréstimo: ele sai do jogo.

Em outra versão do jogo, você tem que adicionar ao monte o mesmo número de fichas que ele contém quando sair o Shin e colocar uma quando sai o Nun. Em Ídiche, o dreidel é chamado também de “fargle” e “varfl.” Em Israel, o termo hebraico “sevivon”(aproximadamente “girar”) é usado.

Shin (“shtel” ou “depositar” em Ídiche) – Coloque uma ficha no monte.

shin-dreidel

Nun (“nisht” ou “nada” em Ídiche) – Não faça nada.

fonte:wikihow

fonte:wikihow

Gimmel (“gantz” ou “tudo” em Ídiche) – Pegue todas as fichas do monte.

fonte: wikihow.com

fonte: wikihow.com

Hay (“halb” ou “metade” em Ídiche) – Pegue metade das fichas do monte. Em caso de um número ímpar de fichas, arredonde para cima.

fonte: wikihow

fonte: wikihow

4-Passe o dreidel para o próximo jogador.

5-Continue jogando até alguém coletar todas as fichas.

História do Dreidel
O DREIDEL
Rabino David Golinkin

O dreidel ou sevivon é talvez o costume mais famoso associado a Chanuka. De fato, vários rabinos têm tentado encontrar uma conexão integral entre o dreidel e a história de Chanuka. A explicação padrão é que as letras que aparecem no dreidel na Diáspora remetem a “um grande milagre aconteceu lá”, enquanto em Israel o dreidel diz “um grande milagre aconteceu aqui”. Um rabino do séc. XIX foi além; ele insistia que os judeus jogavam com o dreidel a fim de iludir os gregos,caso fossem pego estudando a Torá, o que havia sido proibido.

Outros chegaram a gematriot complicadas e jogos com as letras do dreidel. Por exemplo, as letras em gematria representam 358, que é o número equivalente à soma das letras do Messias! As letras do
dreidel são também a gematria equivalente da sentença “Deus é rei, Deus foi rei e Deus será rei!” Finalmente, as letras do dreidel representariam os quatros reinos que tentaram nos destruir: N =
Nabucodonosor= Babilônia; H = Haman = Madai; G = GOg = Grécia e S= Seir = Roma.

De fato, todas estas explicações elaboradas foram intentadas após o fato. O jogo de dreidel originalmente não tinha nada a ver com Chanucá; tem sido jogado por vários povos, em várias linguagens, durante muitos séculos. Na Inglaterra e na Irlanda, há um jogo chamado totum, ou teetotum, que é muito poular na época do Natal.

Em inglês o jogo foi mencionado a primeira vez como “totum” 1500-1520 da e.comum. O nome deriva do termo em latim “totum”, que significa “tudo” e consistem em um pião com inscrição de 4 letras : T = totum = tudo; A = Aufer = pegur; D = depone = coloque e N = nihil = nada. Por volta de 1720, o jogo era chamado T-totum, ou teetotum e por volta de 1801 as 4 letras já representavam 4 palavras em inglês: T = take all – pegue tudo; H = Half = metade; P = put down = coloque e N = nothing = nada.

Na França o jogo de “totum” é mencionado pela primeira vez em 1611. Mais tarde escrevia-se e pronunciava-se “toton”. As quatro letras de “toton” representam: A = accipe = pegue; D = Da = dê; R = Rien = nada, e T + totum = tudo. Na Sardenha as quatro letras presentam palavras em italiano: M = mesu = meio; P = pone = coloque, N = nudda = nada e T – tutte = tudo. Finalmente, nosso jogo de dreidel com as letras chin, chei, guimel e nun acaba no jogo alemão equivalente: N = nichts = nada; G = ganz = tudo; H = halb = metade e S = stell ein = coloque (acrescente).

Além disto, mesmo entre os judeus este jogo tem sido chamado de muitos nomes diferentes. Os judeus da França e da Itália da Idade Média aparentemente chamavam este jogo – que aparentemente não tinha conexão com Chanucá , tudo e metade, tudo ou perde ou tudo e metade. Na Alemanha o pião era chamado de “torrel” ou “trundl” e em iddish era chamado de dreidelI, “fargl” e “varfl” (uma coisa jogada), “shtel ein” (coloque) e “gor, gorin” (tudo). Quando o hebraico foi ressuscitado como língua falada, o dreidel de sevivon, e o último nome é que permanece.

Assim, o jogo de dreidel representa uma ironia na história judaica.Para celebrar a festa de Chanucá, que celebra nossa vitória sobre a assimilação cultural, jogamos o jogo de dreidel, que é um excelente exemplo de assimilação cultural! Claro, há um mundo de diferenças entre imitar jogos não judaicos e adorar ídolos, mas, de toda forma, a ironia permanece.

1